Doutorado

Brasília, paisagem em movimento

Liz da Costa Sandoval

Luciana Saboia

A pesquisa analisa a relação entre cidade e cinema, especificamente em Brasília, e busca ferramentas para uma reflexão sobre a urbanização de Brasília e a apropriação de seus espaços que em pouco mais de 50 anos teve a área urbanizada transbordada, formando um tecido disperso, polinucleado e contínuo. A cidade e sua formação e crescimento possibilitam a análise de uma experiência urbana de uma cidade inicialmente planejada mas que, atualmente, possui as mesmas complexidades de uma grande metrópole. A partir daí se estabeleceu a premissa: compreender a cidade a partir de suas construções materializadas, por espaços fixos, mas também pela fluidez dos percursos cotidianos, pelos espaços vazios e pelas dinâmicas urbanas que fazem parte de uma construção através do tempo.

Plataforma Central de Brasília: o chão como paisagem

Cecília Gomes de Sá

A tese investiga a Plataforma Rodoviária de Brasília, projetada por Lucio Costa em 1957 e argumenta que essa arquitetura infraestrutural no cruzamento dos dois eixos viários da cidade tem se mostrado um caso exemplar de articulação urbana e arquitetônica que abrange desde o nível territorial até as relações cotidianas dos habitantes desse espaço. A partir disso, propõe uma revisão das teorias do urbanismo moderno em Brasília tomando como marco teórico o conceito de paisagem, além da identificação de parâmetros para a prática da arquitetura assumindo o chão como condição e modo central de projeto.

Kehinde: experiência e imaginário do corpo negro na paisagem colonial de São Salvador

Tadeu de Brito Melo

Luciana Saboia

A tese tem por objetivo pesquisar a significação da paisagem através da experiência e imaginário dado pelo corpo negro feminino transformado em escravo. Acompanhamos a trajetória de Kehinde nas ruas que estão contadas no livro "Um defeito de cor" de Ana Maria Gonçalves, através do seu olhar emerge um novo posicionamento narrativo da história espacial do Brasil colônia. Acredita-se que neste momento da história foi definido um modelo de paisagem e através da experiência gerou-se significados que só são possíveis de serem atualizados em seus sentidos quando ocorre a ressignificação através da ação do imaginário.

Campus Universitário Darcy Ribeiro – UnB: modernidade e identidade no contexto latino-americano

Paola Ferrari

Luciana Saboia

Cidade Alta e Cidade Baixa: Paisagem e Patrimônio industrial entre a cidade de São Paulo e a Baixada Santista

Celma do Carmo de Souza Pinto

Luciana Saboia

Espaço e civilidade: o construído e o imaginário na configuração do espaço público, o caso do DF

Lucas Brasil Pereira

Luciana Saboia

Please reload